terça-feira, 13 de julho de 2010

Eu sou apenas uma poeira
Mofo nos livros das bibliotecas
Indecência das trovas
Cartuns satíricos
Anexos bibliográficos
Sou o desnorteio das reportagens dos jornais
Sou o sensacionalismo da verdade absoluta
Sou a literatura dos bêbados, desvirtuados e excluídos.

2 comentários:

Fred Caju disse...

Há certos textos que mostram como a máxima shakespeareana continua vigora: "Ser ou não ser?"

AC Rangel disse...

Vc é o essencial.
Apenas o essencial.

Rangel